Conheça o implante de condução óssea - Cochlear Day 2017

Implante de condução óssea

O implante auditivo de condução óssea é um dispositivo médico que usa a capacidade natural do seu corpo de conduzir som através do osso. Ao contrário dos aparelhos auditivos, que simplesmente amplificam o som, os implantes auditivos de condução óssea desviam da parte danificada dos ouvidos externo e médio para enviar o som diretamente ao ouvido interno.

Quem ele pode beneficiar?

Os implantes auditivos de condução óssea serão uma boa solução se você tiver uma perda auditiva condutiva, perda auditiva mista ou surdez em apenas um lado (SSD, single-sided deafness). Se você for surdo de um ouvido, os sistemas de condução óssea direta enviarão o som através do osso do crânio, do lado “surdo” para a cóclea saudável no outro lado. Essa transferência de som proporciona uma compreensão 360 graus do som, o que pode melhorar sua compreensão da fala em ambientes ruidosos. Se tiver perda auditiva nos dois ouvidos, o uso de implante auditivo de condução óssea nos dois lados poderá também melhorar sua audição em ambientes desafiadores e facilitar a identificação de onde os sons estão vindo.

Cochlear_Day_Espaco_Kids_285x214

Como eu posso saber mais sobre o implante ósseo integrado?

Dia 11 de fevereiro de 2017, será realizada no parque do Ibirapuera a segunda edição do Cochlear Day, o maior evento para deficientes auditivos da América Latina. Venha conhecer, tirar todas as suas dúvidas e trocar experiências com usuários e profissionais especializados, inscreva-se já!

Como eles são?

Um implante auditivo de condução óssea tem três partes: um processador de som externo, uma conexão (suporte ou ímã) e um implante de titânio interno. O implante de titânio é inserido no osso atrás do ouvido pelo cirurgião de implante. O processador de som externo (ou parte externa) é encaixado na conexão, que liga o processador de som ao implante de titânio. O osso naturalmente se funde com o implante de titânio, que fica afixado com o tempo.